Como representante da escola cervejeira belga, temos a Witbier, estilo muito popular no século XVII, que acabou perdendo força após a Segunda Guerra Mundial, com o surgimento das lagers alemãs. A utilização de trigo e aveia não maltados a tornam turva de coloração amarelo-palha, com um colarinho cremoso e generoso. Adicionamos cascas de laranja, limão e semente de coentro, assim como faziam os belgas nos primórdios, trazendo notas cítricas e condimentadas tanto no aroma quanto no sabor. Seu final seco, baixo amargor e baixo teor alcóolico a tornam extremamente leve e refrescante.

ABV: 5,4%
IBU: 10