No final dos anos 70, com o rápido crescimento da escola cervejeira americana, tivemos a “americanização” de diversos estilos das escolas alemãs, belgas e inglesas. Baseada nas IPAs inglesas, mas com a utilização de lúpulos americanos, surgiu esse que hoje em dia é o mais popular estilo de cerveja artesanal. Notas de frutas tropicais e cítricas e leve resinoso são evidentes nos aromas e sabores, devido à alta carga de lúpulo no processo de Dry Hopping, com final seco e médio amargor, é uma cerveja de personalidade e popularidade.

ABV: 6%
IBU: 40